Energia limpa e eficiente para Indústrias

Menos custos de manutenção de máquinas, transporte e armazenamento de combustível inflamável. Mais eficiência dos equipamentos e segurança.
Saiba mais

Segurança e praticidade para o seu condomínio

O Gás Natural canalizado não é tóxico e não exige estocagem; com ele, também não existe preocupação com troca de botijão.
Saiba mais

GNV: Economize com combustível

O GNV rende mais e custa cerca de 50% menos que outros combustíveis, além de emitir menos poluentes e ser fácil de instalar.
Saiba mais

Versatilidade e vantagens para o Comércio

O Gás Natural oferece muitas opções de utilização, da climatização ao forno do seu estabelecimento comercial.

Saiba mais

01 - Notícias

  • 17
  • MAR
  • 2017

Uso correto do GNV garante segurança para usuários

Foto: Raul Pereira

O Gás Natural Veicular (GNV), em decorrência das características do produto, é mais seguro que os combustíveis líquidos. É o único que não pode ser adulterado e é mais leve do que o ar, dispersando-se rapidamente. Além disso, como funciona em um sistema fechado, não oferece risco à saúde do operador e do usuário. No entanto, para usufruir de toda a segurança proporcionada pelo GNV, o condutor precisa atentar para a instalação correta do kit de conversão que torna os veículos bicombustível.

Segundo dados da Agência Nacional de Petróleo (ANP), os acidentes em postos de GNV são causados pela má instalação ou instalação clandestina de kits de gás natural, com válvulas não homologadas e/ou uso de botijões de GLP ou de gás freon que não resistem à pressão fixada pelo órgão. Dessa forma, a segurança no uso do GNV começa na instalação e segue pelas manutenções que o condutor deve proceder com o kit de conversão.

A Companhia Potiguar de Gás (Potigás), distribuidora exclusiva de gás natural canalizado no Rio Grande do Norte, disponibiliza em seu site (www.potigas.com.br) a lista de oficinas credenciadas pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) para operar na conversão de veículos para GNV. Também é desenvolvido um trabalho, junto aos postos de combustíveis, para o cumprimento das normas de segurança na operação do produto.

O Gerente de Segurança, Meio-Ambiente e Saúde da Potigás, Thiago Fernandes, explica o passo a passo para quem deseja converter seu carro de forma segura. “A primeira medida é procurar uma oficina credenciada pelo Inmetro para fazer a conversão adequadamente. Não se deve realizar qualquer instalação que não seja de GNV e adequada ao veículo. O condutor também precisa fazer a vistoria do Detran e gerar um novo documento com a informação. Depois disso, o usuário deve realizar a manutenção periódica de acordo com as instruções do fabricante do sistema”, elenca.

Também é importante atentar para as instruções quando do abastecimento do veículo. O condutor deve sair do carro, desligar todos os componentes elétricos e seguir as demais orientações prestadas nos postos de combustíveis. Fazendo uso de todas essas dicas, o usuário passa a contar com todas as vantagens que só o GNV oferece. Além da segurança, terá economia de até 56% com relação a outros combustíveis e menor emissão de poluentes no meio ambiente.

voltar
0 Pessoa(s) Comentaram:

Os campos abaixo apresentam erro:

    Cadastrado com sucesso